domingo, 21 de dezembro de 2008

A leitura é uma diversão


Este livro trata, em ordem cronológica, de crimes passionais célebres que ocorreram no Brasil, tais como Doca Street e Ângela Diniz, Dorinha Duval e Paulo Sérgio Garcia de Alcântara, Lindomar Castilho e Eliane de Grammont, Guilherme de Pádua, Paula Thomás e Daniella Perez, Igor Ferreira da Silva e Patrícia Aggio Longo, Euclides da Cunha, Anne e  Dilermando de Assis, entre outros.
A autora narra os homicídios e as soluções que foram dadas pela Justiça, que algumas vezes puniu e outras perdoou os autores das mortes.São também apresentadas as teses normalmente usadas pela defesa e pela acusação em plenário do Júri.
O objetivo maior é mostrar que o amor verdadeiro não leva ao crime e que a legítima defesa da honra não pode mais ser utilizada como justifcativa de um assassinato.
Toda a análise da autora se baseia em uma larga experiência como promotora e procuradora de Justiça. 

Um comentário:

Sérgio Coutinho disse...

Ô Rogério! Cria blog e não avisa! Vou me inscrever para receber os avisos. Olha, depois te passo umas dicas para templates. Dá para deixar o blog mais bonito. Aprendi nessa semana como fazer.

Boa leitura. "A paixão no banco dos réus" é um livro bonito.

Feliz 2009!